27 de mar de 2011

Silent Hill Shattered Memories

Oiee, faz tempo que eu não posto XD.E agora o blog ta de cara nova ,vamos ver vai hehe

Acho que de agora em diante todo jogo que eu jogar vou fazer tipo uma resenha aqui para vocês :3
O o primeiro é Silent Hill Shattered Memories:
Platafomas:PS2 , Wii e PSP

Esse silent hill é muito interessante ele é totalmente terror pisicologico ,tanto que você não tem armas para matar monstros como nos outros da série e durante o jogo responde questionários sobre sua personalidade ,para aumentar o medo.Sobre a história ,é baseada nos acontecimentos de silent hill 1 (do PS1) .

Tudo começa em um acidente de carro ,Harry procura desesperadamente sua filha no carro tombado ,a cena vai para uma sala de psicologia ,o psicóloco te faz um questionário e volta para a cena do carro (o que faz pensar que você está em psicólogo relembrando o passado).Procurando pela sua filha ,Cheryl,você encontra Cybel (a mesma policia do SH1) uma policial,que acaba querendo te levar para o hospital para examinar você, e se sua filha está lá tambem ,mas em Silent Hill (a cidade do jogo) está ocorrendo uma tempestade muito forte e Cybel sai do carro para ver o que está ocorrendo ,você não consegue mas perceber se ela ainda está lá fora ,sai do carro e se perde na floresta ,derrepente o mundo congela e o que você pode fazer agora é só correr .

Eu amei o jogo ,lógico que dá um puta medo e noites mal durmidas XD Mas vale a pena ,durante o jogo tem várias histórias que aconteceram na cidade e uma se interligam uma entre a outra (o que acba aumentando o medo durante o jogo) ,além de fotos que você pode tirar com o celular para descobrir "cenas" escondidas e os puzzles característico da série.Para quem gosta de um terrorzinho é um ótimo jogo XD

Obs: Eu joguei para Wii ,então a jogabilidade não é muito boa , aconselho a jogar no PS2.

Trailer do jogo assistam XD : http://www.youtube.com/watch?v=bJbs4A0WBww

;*

26 de mar de 2011

Coração de unicórnio

Boba eu, alegre, vivo rindo da vida, vivo rindo de tudo, dentro de mim o que circula agora é mágica, glitters que significam amizade e amor passam pelas minhas veias.
Não, não sou feliz porque tenho tudo que quero... afinal não tenho, mas tenho as coisas que amo e que considero muito mais importantes, um abraço da minha mãe, um beijo de quem eu amo, um conselho de uma amiga.
Uma tarde ensolarada com os amigos no clube, um domingo assistindo um dos milhões de filmes que meu pai coleciona. Sempre achei unicórnios seres mágicos além de bonitos, até entrar num site de humor e ver como seria a divisão dele, e é assim:
Esta aí o unicórnio, e eu o idolatro porque o ser humano deveria ter essa divisão também, não eu não tenho essa divisão, porém eu tento, afinal ser uma pessoa cheia de amor, beijos, mágica, abraços, sonhos e sorrisos seria uma excelente escolha para nós.
E foi daí que surgiu o novo nome para o blog "Coração de Unicórnio" que quer dizer um coração cheio de coisas boas que um unicórnio tem, o poder de ser do bem, ou pelo menos tentar fazer com que vocês se sintam bem, e que eu e a Taís possamos passar isso pra vocês, resumindo, magia.
Espero que tenham gostado, até o próximo post, beijos.
Bia

19 de mar de 2011

E quando...

E quando você estudou com uma amiga desde a primeira fase da pré-escola até o primeiro ano do colegial, até que um dia ela simplesmente muda de escola... Bom até aí tudo bem vocês podem continuar se falando pela internet, vocês podem sair juntas, vocês ainda podem se visitar... mas... e quando você vai fazer uma visita a essa sua amiga e ela mal te recebe? Ela nem te convida pra entrar, sentar... talvez tomar um chá, te apressa com um delicado "vá embora" dizendo "eu tenho compromisso". Bom o que você faz eu não sei, mas o que eu fiz eu vou te contar: Após o abraço de despedida com muitas dores no coração, saí, pelo caminho cabisbaixa e de braços cruzados fui me lembrando de todos os momentos em que eu e ela passamos juntas... ah como era doce lembrar de quando brincavamos quando criança até crescermos quando brigavamos por coisas fúteis, tantos bons momentos que parecem ter chegado ao fim... Pra melhorar a nossa situação eu e seu irmão mais velho tivemos um breve romance proibido como a maioria dos meus romances quando eu era mais nova, proibidos (afinal ter um pai ciumento é assim). Talvez ela tenha ficado com ciúmes, com raiva... Até que um dia ela me ligou e com palavras chulas aos poucos foi me maltratando em plena missa de domingo as 18 horas da tarde. Na pior das hipóteses se eu tivesse sido má, confesso que teria a xingado e diria a ela coisas horrendas, porém, não, mantive a calma e com mais delicadeza possível disse: "Não posso falar agora, desculpa... beijo" Desliguei o telefone...
Após chegar em casa esperançosa para ter uma conversa digna de amiga no msn me dei conta que ela não estava online, semanas se passaram, ela não estava online, meses se passaram ela nunca mais esteve online... foi quando me dei conta que ela havia me excluído do seu msn. Foi então que no natal, tempo que pra a maioria de nós significa amor, união, reconciliação, decidi mandar um recado pelo orkut do seu irmão pedindo a ele que fizesse com que ela lesse já que ela não possuía um orkut. No recado eu dizia (nomes fictícios) Bernando por favor chame a Carol para ler esse recado. Carol não sei exatamente como isso aconteceu e como nossa amizade acabou, peço desculpas se fiz algo, sinto sua falta amiga, queria eu que tivessemos a amizade que tinhamos a alguns tempos atrás, mantenha contato... Desejo um feliz natal pra você e toda sua familia. Beijos". O natal passou, o ano novo passou, janeiro, fevereiro, março e aqui estamos nós sem manter contato, não, ela não me respondeu... Ainda dói em mim saber que ela realmente cortou a nossa amizade... até que tive uma surpresa, ela criou uma conta no orkut (ela sempre dizia que não gostava de orkut, é as pessoas mudam.), por mais incrível que pareça ela me adicionou, eu aceitei, ... já vi nas atualizações dela trocas de depoimentos com apenas colegas de classe... não que não fossem importante... mas eu sempre a priorizava... fico me perguntando porque não é recíproco, ou porque não foi. Eu nunca mais mandei recado tentando resgatá-la, ela nunca me mandou um se quer recado e assim ficamos nessa, nenhuma de nós dá o braço a torcer, ela orgulhosa demais pra tentar algo (ariana, isso explica tudo), e eu machucada demais pra ser ignorada, humilhada novamente. Aonde isso tudo acaba? Eu não sei...provavelmente continuaremos assim, até que uma seja boa o suficiente pra perdoar a outra, talvez nunca nos perdoaremos... quanto a você leitor tire suas próprias conclusões... no meu lugar o que você teria feito? O que gostaria que ela tivesse feito? Só peço a você que seja bom o suficiente pra tentar mais uma vez, coisa que eu não sou capaz.
Beijos
Bia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...